Primeiros Passos PureBasic

O PureBasic

O PureBasic é uma linguagem de programação baseada na sintaxe BASIC. Os principais recursos do PureBasic é a portabilidade (Windows, AmigaOS, MacOS X e Linux são atualmente 100% suportados), a produção é muito rápida e gera executáveis muito leves e otimizados e, é claro, a sintaxe super simples do BASIC.
Fácil suporte para jogos 2D através de libs dedicadas (DirectX, SDL, …) e 3D já incluído, baseado em OGRE. Alem de ser compatível com muitas Engines do mercado, pois comporta-se quase como o C++.
É uma linguagem que compila a nível de maquina, usando comandos altamente otimizados (assembly) que o torna muitas vezes mais rápido que a linguagem C++.

É de fácil aprendizado. Quem por exemplo entende de linguagens, como BlitzBasic, o achará bem familiar, pois possui sintaxe muito parecida, e em alguns casos, comandos iguais, facilitando o tradução de um código para BlitzBasic ou vice-versa.

Recursos

  • Possui mais de 800 comandos, além da possibilidade de você desenvolver seus próprios comandos.
  • Todas as palavras chaves do BASIC são suportadas.
  • Compilação dos aplicativos, extremamente rápida, e executáveis extremamente pequeno. (Um bom programa em PureBasic, não deve passar de uns 90Kb. Lembro me de um programa que fiz para envio de e-mails anônimos. Deu apenas 97kb.
  • Não é uma linguagem interpretada como a maioria das linguagens descendentes do BASIC. O PureBasic, realmente gera seus próprios arquivos executáveis, sem a necessidade de qualquer dll adicional.
  • Permite a criação de jogos e aplicativos 2D e 3D.
  • Código fonte portável para AmigaOS, Windows, Linux, e MacOS X
  • Criador de interfaces para programas própria.
  • Infelizmente, não é um programa gratuito, mas a sua compra, vale cada centavo.

Adquirindo

A compra da versão completa ou o download da versão demo pode ser feita no site oficial do PureBasic

IDE

300px-Purebasic_editeur.png

O gerador de interfaces do PureBasic, e a própria IDE ( Onde você desenvolve seus códigos), são escritos utilizando ele próprio.

A IDE do PureBasic permite você a criar e editar os seus códigos, permite também executá-los, “debuga-los” e criar o executável final.

A Janela principal da IDE tem 3 partes principais:

  • A Área de edição de código (abaixo da barra de ferramentas). Aqui é aonde todo o código é mostrado e editado.
  • O Painel de ferramentas (no lado direito por padrão). Aqui você tem varias ferramentas para ajudá-lo na programação e aumentar a produtividade.
  • O Log de erros (localizado abaixo da area de código). Nessa area são mostrados os erros de compilação e as mensagem de debug.
  • Alem disso, tem a barra de ferramentas (acima) , ela simplesmente oferece atalhos para as opções do menu. Ela pode ser totalmente customizada.

Você pode editar vários códigos ao mesmo tempo, e pode alternar entre eles pelo painel embaixo da barra de ferramentas ou pela tecla de atalho (que por padrão é) Ctrl+Tab e Ctrl+Shift+Tab.

Uma coisa importante é que a IDE não incere um TAB real quando a tecla tab é pressionada. Ela insere dois espaços. (Pois muitos programadores não gostam do real TAB), mas isso pode ser alterado na opção Preferences

Compilando

Compilar um código em PureBasic é simples. Simplesmente use o Compile/Run (F5 por padrão) e seu programa sera compilado e executado para teste.

Para customizar o processo de compilação, você pode ir ate Compiler Options. As mudanças feitas serão associadas a o atual source aberto.

Opções do Compilador

Use Icon (somente windows)
Aqui você pode escolher o icone que sera mostrado no explorer. Ele também será mostrado na TittleBar do seu programa.

Enable Debugger
Liga o debugger, para acompanhar os processos do programa e encontrar erros. Ele também pode ser ligado ou desligado pela barra de ferramentas por padrão.

Enable inline ASM support
Liga o inline asm parser. Veja a seção Inline x86 ASM no arquivo de ajuda do PureBasic para mais informação.

NT 4.0 compliant executable (Windows only)
Usa o DirectX3 somente para as bibliotecas que usam o directX, com o objetivo de torná-lo compatível com o Windows NT 4.

Enable XP Skin support (Windows only)
Inclui suporte para a Skin do Windows Xp

Enable OnError lines support (Windows only)
Mostra a linha do erro na mensagem de erro.

Executable format
Especifique o formato do executavel
Windows : executavel Windows.
Console : executavel no modo console. Apesar de que num executável de outro tipo um console pode ser aberto com o comando OpenConsole().
Shared DLL : cria uma .dll

Executable Commandline
A linha de comando que será passada quando o programa for executado direto do console.

Version Information
A informação sobre a versão e autoria do programa, que será guardada no executável.

Programa em Modo Console

O primeiro passo para criar um programa em modo console em PureBasic, é definir que é abrir a janela do console.
Veja abaixo o código do nosso programa, e as explicações sobre a função de cada um.

 

OpenConsole() ;Código responsável por "dizer" ao sistema operacional que é um programa em console (Tipo DOS). Todos os programas modo console deverá ter esta linha

ConsoleColor(1,15) ;Define a cor da letra e a cor de fundo da letra. Funciona da seguinte forma ConsoleColor(cor de fundo,cor da letra). As cores são representadas por números, e vão de 0 a 15

Print("Meu primeiro programa em PureBasic") ;Escreverá na tela, a mensagem entre " ". O comando print, é usado para escrever algo na tela.

input();Aguarda a tecla enter ser pressionada para dar continuidade ao programa. Caso nao haja mais código após o input, o programa é encerrado. Também é utilizado para "pegar" dados digitados pelo usuário. Por exemplo. nome$=Input()

O código acima escreverá uma mensagem na tela. Nada além disso.

Uma dica valiosa para qualquer programador PureBasic, é utilizar a ajuda dele. Para informações sobre como utilizar um comando, basta selecionar o comando no editor do PureBasic e pressionar a tecla F1 e será aberta a ajuda, do programa explicando pra que serve e como utilizar tal comando.

Para ver como seu programa está ficando, pressione a telca F5 e ele será executado.

Conheça mais alguns comandos de console do PureBasic:

ClearConsole()
Apaga todo o conteúdo da tela.

 

OpenConsole()

PrintN("Você nunca me verá ")

ClearConsole()

PrintN("Press enter para sair")

Input()

No código acima, usamos o comando ClearConsole para apagar a mensagem “Você nunca me verá”. O comando PrintN utilizado, é usado para escrever algo na tela e pular uma linha. Poderemos usá-lo apenas apenas como pulo de linhas, da seguinte forma: PrintN(“”)

CloseConsole()
É utilizado para fechar o console.

 

OpenConsole()

Print("Pressione ENTER")
Input()
CloseConsole()

ConsoleTitle(Title$)
É utilizado para dar um título a janela do seu programa em modo console.

 

OpenConsole()

ConsoleTitle("Meu programa em console")
Input()


  1. Gostei muito da sua introdução ao PureBasic, valeu fiquei muito interessado.

    Tnks

    Vham (=^-‘)v See you

  2. Excelente a explicação sobre purebasic, to mesmo no começo da programação, já estou a ler e muito sobre, Lógica de programação kkk…. e segundo um amigo me disse, devo começar por aprender sobre purebasic ou visualbasic, e espero estar no caminho certo, mais uma vez parabens pela rica explicação, vida longa amigo🙂

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: